PROJETO

Status atual: Premiado

Cadastro: (1908-2412-0814)

Projeto: revista Pessoa

Organização responsável: Mirna queiroz dos Santos (São Paulo/SP)

Categoria da organização: Mídia (revista, jornal, site, mídia social, TV etc.)
Natureza do projeto: Formação de leitores em geral e de leitores de literatura
Cadastrado em: 08/19
Atualizado em: 24/08/2019





A Pessoa é uma plataforma de criação e divulgação da literatura de língua portuguesa. Evoca um dos maiores poetas de todos os tempos para promover a experiência de leitura literária, com todas as suas imbricações políticas e estéticas. Reflete sobre o contemporâneo. Aposta na dessacralização da leitura. Organiza antologias e leva autores brasileiros para vários países do mundo, projetando a nossa literatura no circuito internacional, com forte reverberação interna.


Polifônica, divide-se em várias seções que dão acesso a uma visão abrangente da produção literária atual. Apresenta obras de escritores de dicções e traços variados, numa clara valorização da pluralidade. É pioneira na articulação regular com autores de outros países de língua portuguesa, partilhando aspectos da herança dada pela língua e formando um importante acervo da literatura lusófona. Alia digital ao impresso e à mediação presencial entre autores e leitores.


A Pessoa tem três princípios básicos: incentivo ao hábito de leitura, intercâmbio entre os povos da comunidade lusófona e a promoção da nossa literatura no exterior. Firma-se como espaço de democratização do acesso à produção literária de língua portuguesa no mundo. Equilibra o rigor com a ampliação de públicos, privilegiando o leitor comum, o verdadeiro artífice da palavra.


Promovendo a bibliodiversidade. Assumindo a vocação para a responsabilidade social, com a organização de eventos gratuitos e a abertura de todos as publicações pelo prazo de 24 horas. Fazendo campanhas de assinatura gratuita para educadores e agentes culturais, como a realizada com o Museu da Língua Portuguesa. Integrando novos meios tecnológicos: com acesso por vários dispositivos e um sistema que permite a compra avulsa de artigos.


Quando o mercado editorial brasileiro sofre um revês, com fechamento de livrarias, queda na produção de livros e o achatamento da cobertura de livros na imprensa, sentimos a urgência de garantir um espaço de criação, informação e reflexão. A Revista Pessoa buscou ser referência no cenário editorial, intensificando e diversificando a produção de conteúdo e expandindo a sua esfera de ação. Voltou-se tanto para leitores cultivados, quanto para os que ainda não sabem que podem vir a gostar de ler.


O que diferencia uma publicação de milhares de outras é a sua curadoria. Formamos um grupo de nomes que são largamente reconhecidos no mercado editorial. Os curadores, de forma dialógica, tornam hoje os processos de edição mais dinâmicos: acompanham de perto, por um lado, a linha editorial da revista, que não é estática, e por outro, os debates, as tendências do meio. Como espécie de scouts, apresentam os autores mais relevante do mercado, os que estão despontando ou que já se consolidaram e os que caem injustamente no esquecimento. Leem muito para identificar as boas obras e participam de eventos literários para descobrir o impacto delas sobre o público e o meio cultural de um modo geral. A curadoria cumpre um papel criterioso, afinado, gerando credibilidade. As curadorias também garantem pluralidade porque o curador, em sua orquestração da coluna, tem um estilo, um ritmo seu na forma como alterna e faz com que se sucedam diferentes autores, linguagens e representações. Discutimos mensalmente pautas com nossos colaboradores fixos. A revista é alimentada quase que diariamente. Depois, reunimos os textos em uma antologia bilíngue e a lançamos no Pessoa Festival, em NY e Lisboa.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



Um dos guiões pelos quais a Pessoa se orientou foi o de ajustar o método de disseminação de conteúdo literário às novas tecnologias, na tentativa de diminuir os hiatos com o público leitor. Buscou informação no mundo todo sobre as novas tendências e impactos nos hábitos de leitura na era tecnológica. Entre as suas referências até hoje estão o Midia Lab do MIT, onde sua equipe esteve, e o Fact Tank Pew Reserch Center. Mais tarde, a sua fundadora, Mirna Queiroz, desenvolveu pesquisa.


A Pessoa é fruto de um trabalho de conclusão de um curso na Unesp.Com esse curso, a fundadora da revista compreendeu as dinâmicas do mercado editorial brasileiro. Para perceber como as literaturas de língua portuguesa eram abordadas e, sobretudo, ensinadas, acompanhou o curso de extensão no Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da USP.


Sua fundadora recebeu assessoria de vários escritores, editores, críticos literários e jornalistas que cobrem literatura lusófona. Contou com um conselho editorial, presidido por Luiz Ruffato, que reuniu grandes nomes do meio literário brasileiros, tais como: Antonio Sartini, Carmem Tindó, Regina Dalcastagnè , Claudiney Ferreira, Ronaldo Correia d


Inspirou-se na norte-americana Words Without Borders, hoje sua parceira de troca de conteúdo: https://www.wordswithoutborders.org/dispatches/article/words-without-borders-to-partner-with-brazils-revista-pessoa Na também norte-americana Atavist: https://atavist.com/ E na britânica Litro: https://www.litro.co.uk/ As três têm em comum a pluralidade, a


Sustentabilidade financeira. A revista mantém a sua independência editorial e se recusa a se poluir com anúncios. Essa linha editorial gera desafios financeiros que enfrentamos com inovação e criatividade. A primeira publicação no Brasil a implementar o micropagamento (leitor paga por cada artigo que lê). Ganhamos destaque na imprensa internacional


Pontualmente temos alguns patrocínios e o rendimento oriundo das assinaturas e dos micropagamentos. Mas, como sabemos, projetos literários no Brasil são muito difíceis de manter e demandam um esforço pessoal ilimitado. Aparados no tripé apoio de fundações, organização de eventos e assinaturas/micropagamentos, conseguimos tocar o nosso projeto.


A Pessoa e os seus desdobramentos geram muitas notícias nos principais veículos da imprensa brasileira e portuguesa. Em 2016, o jornal Valor Econômico destacou a revista como "uma das iniciativas mais inovadoras e plurais surgidas na cena literária nos últimos anos”. Nosso trabalho também chegou de forma inédita nos Emirados Árabes.


Nunca nos inscrevemos para concorrer a qualquer prêmio antes.


Além do esforço contínuo para garantir a sustentabilidade financeira do projeto, contamos com importantes parcerias institucionais: Museu da Língua Portuguesa, Imprensa Oficial de SP, do Sesc, da Fundação Saramago, MIT, Boston University, Kalima- Abu Dhabi, entre outras fora do Brasil. Contamos, sobretudo, com a mobilização de escritores, editores


A revista Pessoa e seus desdobramentos, bem como a larga cobertura que recebem em vários jornais nacionais e internacionais, podem ser consultadas aqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pessoa_(revista)





08/12/2010


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Sudeste - SP - São Paulo


comunidade em geral


18 a 59 anos, mais de 60 anos


feminino, masculino, transgênero

Número de pessoas atendidas


1400


180


280


220


100


A cada ano vem aumentando o alcance da revista Pessoa. Começou com cem mil no primeiro ano. E só no ano passado teve 280 mil leitores. Cerca de 1 milhão 400 mil em nove anos.

Equipe


1


10


10


1


1


50


20



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto

40


20


30


10



Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto

A revista Pessoa contou com apoio financeiro do Itaú Cultural, no seu nascimento. E com apoio direto da Fundação EDP. Também recebeu doação de um filantropo.


Recebeu apoio para suas ações do Museu da Língua Portuguesa, Imprensa Oficial de SP, Fundação Roberto Marinho, Sesc- Santos, Fundação J. Saramago, Sorbonne, MIT, Boston University, Columbia University, Words Without Borders, Projeto Kalima - Abu Dhabi e Câmara Árabe-SP.


Salão do livro de Paris, Boston Book Festival, Boston Literary District, da qual é parceira associada (http://bostonlitdistrict.org/the-literary-district/associate-partners/), Embaixada do Brasil em Bruxelas. Livraria Blooks - SP, Livraria Ferin - Lisboa, Fundação Saramago


Museu da Língua Portuguesa e Fundação Roberto Marinho


Apenas os mencionados acima.



Telefone: 11 3846-4563

prolivro.org.br

Entidades fundadoras e mantenedoras:

plataforma.prolivro.org.br



entre em contato