PROJETO

Status atual: Finalista

Cadastro: (1908-2301-0808)

Projeto: A biblioteca pública de lagoa Santa e a democratização da leitura para a pessoa com deficiência visual

Organização responsável: Biblioteca Pública Municipal Pe. Agenor de Assis Alves Pinto (Lagoa Santa/MG)

Categoria da organização: Biblioteca – pública ou comunitária
Natureza do projeto: Criação / aperfeiçoamento de espaços da leitura/bibliotecas, Formação de leitores em geral e de leitores de literatura
Cadastrado em: 08/19
Atualizado em: 23/08/2019

Finalista 2019




A Biblioteca Pública Municipal da cidade de Lagoa Santa, Minas Gerais, oferece desde 2011 o serviço de acesso a informação para as pessoas com deficiência visual da cidade. Além do acesso a livros acessíveis promove a inclusão digital de pessoas com deficiência visual. A Sala Braille funciona em um espaço no prédio da Biblioteca Pública com entrada independente. O grupo de frequentadores do espaço é formado por leitores de perfil variado, são crianças, jovens, adultos e idosos.


Os serviços ofertados estão alinhados aos objetivos do Desenvolvimento Sustentável principalmente no que diz respeito ao objetivo n. 4 da Agenda 2030: Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos. A Biblioteca Pública oferece diversas atividades visando o incentivo a leitura literária e a autonomia da pessoa com deficiência visual. Disponibiliza livros acessíveis e recursos de tecnologia assistiva.


Promover melhores condições de acesso à leitura literária, informação e cultura para o leitor com qualquer grau deficiência visual da comunidade através do acesso e da mediação da leitura, visando a melhoria na qualidade de vida, através do conhecimento adquirido.


1. Fomentar ações de incentivo a leitura para pessoas com qualquer grau de deficiência visual ofertando livros acessíveis ( braile e audiolivros, fonte ampliada) e promovendo atividades de incentivo como Hora da História, Palestras e Saraus; 2.Promover a inclusão de digital para pessoas cegas ou com baixa visão: realizando oficinas através de programas de leitores de tela disponíveis para download gratuito como Dosvoz e NVDA para digitação, uso e pesquisa na internet, acesso a rede sociais; 3. Democratizar o acesso a cultura e a arte promovendo sessões de cinema com recurso acessível, organizando excursões a instituições culturais como: museus teatro galerias de arte; 4. Ser um espaço de convivência e interação, referência para pessoas com deficiência visual da comunidade.


Em 2008 a Biblioteca Pública de Lagoa Santa recebeu a visita de um jovem com deficiência visual, morador da zona rural que procurava livros para estudar, levou livros em tinta para que outra pessoa pudesse ler para ele. A força de vontade desse jovem para vencer as dificuldades e seguir com seu sonhos de fazer uma faculdade comoveu a equipe da Biblioteca Pública que desde então passou a empreender esforços para que livros acessíveis destinados às pessoas com deficiência visual fossem ofertados pela Biblioteca Pública. Até então a Biblioteca Pública não tinha livros acessíveis nem serviços voltados para esse grupo especifico.


A criação e implantação do Projeto : "O essencial é invisível aos olhos: Sala Braille da Biblioteca Pública" passou pelas seguintes etapas: 1. Diagnóstico dos usuários potenciais; 2. Capitação de recursos e otimização dos já existentes; 3. Aquisição do acervo acessível; 4. Catalogação, Indexação e disponibilização dos itens para o empréstimo; 5. Monitoramento e avaliação dos resultados.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



Na fase de criação e implantação do projeto não foi seguido nenhum modelo prévio. Ao longo do projeto fomos adequando os serviços ofertados aos objetivos da Agenda 2030: ODS 3 Saúde e bem estar; ODS 4 Educação de Qualidade; ODS 8 Trabalho decente e crescimento econômico; ODS 10 Redução das desigualdes; ODS 16 Paz, justiça e instituições eficazes. BORGES, Antônio. INTERVOX: projetos de acessibilidade do Instituto Tércio Pacitt NCE/UFRJ. 2002. Disponível em: Acesso em 15 jul. 2019. NAÇÕES UNIDAS DO BRASIL – ONU/BR. Transformando nosso mundo: a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. Disponível em SANTA ANNA, J. Biblioteconomia e sociedade: resgatando o pensamento de Jesse Shera. In: Santa Anna, J; Fernandes, E. B.; Costa, M. O (Orgs.) Biblioteconomia Social: possíveis caminhos para construção da cidadania. p.14- 22.


Sim. As duas bibliotecárias estão finalizando o curso de especialização em Projetos Sociais: elaboração e monitoramento. UFMG. 2019. A bibliotecária Paula cursou: Bibliotecas públicas: ações de apoio ao cumprimento das ODS. a AGENDA 2030. Centro Internacional de Tecnologias Avançadas. Fundação German Sanches Ruipérez. 2018. Programa Iberbibliotecas.


Superintendência Estadual de Bibliotecas Públicas de Minas Gerais. Fundação Dorina Norwil, São Paulo, SP.


Não.


A Biblioteca pública atende a um público muito diversificado de diferentes níveis de conhecimento, classe social, idades variadas. Essas características o grupo de pessoa com deficiência visual também tem estas características, cada pessoa exige uma dedicação maior, tempo e conhecimento especializado para o atendimento ser eficiente.


Sim. O atendimento é individualizado, busca-se atender as demandas especificas de cada um. As atividades são adequadas a cada frequentador. Estamos sempre buscando melhorar nossa capacitação, buscando novas tecnologias para atender com qualidade de maneira cada vez mais democrática.


Artigos sobre o projeto: Secretaria Especial da Cultura. http://cultura.gov.br/iberbibliotecas-selecionada-participa-de-congresso-espanhol/ Câmara Mineira do Livro. http://camaramineiradolivro.com.br/tag/lagoa-santa/biblioteca-publica Eventos com apresentação de trabalho: 2019: Ciclo de Palestras ABMG: Agenda 2030 em Minas Gerais. Belo Horizonte, MG. 2018. IX Congresso Nacional de Bibliotecas Públicas. Logroño, Espanha. 2017. V- Fórum Brasileiro de Bibliotecas Públicas. Fortaleza, CE.


2018. 1 ª Bolsa Internacional Programa Iberbibliotecas. 2018. Menção honrosa - Federação Brasileira de Associação de Bibliotecários. Bibliotecas - FEBAB. Florianópolis, SC. 2017. 1 º Lugar no 22º Concurso FNLIJ - Os Melhores Programas de Incentivo á Leitura junto a Crianças e Jovens. Rio de Janeiro, RJ. 2016. Prêmio Nacional Vivaleitura 8º Edição. Sala Braille da Biblioteca Pública. Brasília, DF.


A Prefeitura municipal de Lagoa Santa mantém o projeto: recursos humanos, espaço físico, computadores, acesso a internet e manutenção. A Sala Braille foi instituída pela Lei Municipal n. 3482/2013 que regulamenta seu funcionamento e instalação, legitimando e contribuindo para a continuidade e manutenção do projeto, assegurando que todo material adquirido para este projeto por meio de doação, compra ou prêmios, permaneça e seja destinado exclusivamente à Sala Braille.


O projeto está alinhado aos objetivos da Agenda 2030 especialmente ao ODS 4: Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos. Além de livros acessíveis, promove a inclusão digital de pessoas com deficiência visual, são capacitados para utilizar ferramentas de tecnologia assistiva. Antes nenhum deles sabiam utilizar o computador, hoje acessam a internet para ampliarem seus conhecimentos.





10/18/2011


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Sudeste - MG -


comunidade em geral


6 a 12 anos, 13 a 17 anos, 18 a 59 anos, mais de 60 anos


feminino, masculino

Número de pessoas atendidas


45


45


45


45


45


Em 2011,a biblioteca fez um levantamento das pessoas com deficiência visual da cidade, identificando grau de deficiência visual , endereço e dados pessoais. Todos foram cadastrados na Biblioteca.

Equipe


2


0


0


2


0


2


1



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto

90


0


10


0



Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto

Prefeitura Municipal de Lagoa Santa. Mantém 90% dos recursos: recursos humanos, espaço físico, computadores, acesso a internet, transporte para buscar as pessoas com deficiência em casa e levar a Biblioteca uma vez por semana para atendimento individualizado.


Fundação Dorina Norwill. Doação de livros em braille, audiolivros e edições em fonte ampliada.


Programa Iberbibliotecas. 1ª Bolsa Internacional 2018. Avaliação do projeto e sugestões melhorias.


Superintendência Estadual de Bibliotecas Públicas: divulgação do projeto, doação de acervo e consultoria.


Não Há.



Telefone: 11 3846-4563

prolivro.org.br

Entidades fundadoras e mantenedoras:

plataforma.prolivro.org.br



entre em contato