PROJETO

Status atual: Finalista

Cadastro: (1908-2207-0798)

Projeto: Biblioteca Comunitária em Ação

Organização responsável: Centro Cultural Corrente do Bem (Santa Luzia/MG)

Categoria da organização: Biblioteca – pública ou comunitária
Natureza do projeto: Formação de leitores em geral e de leitores de literatura
Cadastrado em: 08/19
Atualizado em: 22/08/2019

Finalista 2019




A Biblioteca Comunitária é uma referência em ações e atividades para promover a democratização do acesso ao livro, a leitura e a literatura em vários espaços e eventos da cidade de Santa Luzia - MG.


A biblioteca está constantemente em ação, através de atividades de empréstimos de livros, mediação de leitura, contação de histórias, libertação de livros em praças, feiras, seminários e encontros, doação de livros para vários pontos de leitura e bibliotecas.


Ampliar e manter as ações de incentivo à leitura integradas as atividades sociais, culturais e educacionais da cidade e da biblioteca.


1 - Garantir infraestrutura e equipamentos para manutenção e funcionamento do Centro Cultural e da Biblioteca Comunitária; 2 - Ampliar equipe permanente da Biblioteca com mais 3 pessoas; 3 - Ampliar a equipe de contadores de histórias e oficineiros para diversificar as atividades no Centro Cultural, na Biblioteca Comunitária e em diversos espaços; 4 - Criar mecanismos e estratégias de sustentabilidade para manutenção e ampliação do espaço da Biblioteca Comunitária e dos pontos de leitura.


A Biblioteca surge por iniciativa da professora Agripina Maria da Conceição Vieira e Alzira Maria de Mello Salvo (in memoriam), que transformaram um projeto de coleta seletiva em biblioteca. Assim como ocorre com diversas bibliotecas comunitárias, esta surgiu pela necessidade de construir um espaço de leitura e livre acesso aos livros e várias fontes de pesquisa e informação. A Biblioteca Comunitária é um equipamento cultural com ações e atividades em vários espaços e eventos na cidade, tornando-se assim, uma referência como projeto comunitário com ênfase na cultura literária. Desde então, a Biblioteca Comunitária Corrente do Bem tem contribuído para o fomento, a democratização da leitura e a formação de leitores autônomos e críticos com poder de transformação e cidadão de direito.


A medida em que chegaram os materiais de leitura, o passo a passo ocorreu naturalmente, desde a triagem , organização e empréstimos foram colocados de forma acessível a comunidade e o espaço que era pequeno, começou a necessitar de um maior, onde foram colocados estes, de forma visível e com atividades complementares para cativar o hábito da leitura. Começaram a surgir parceiros que uniram nosso ideal em um coletivo, que para fomentar a leitura, nos ajudaram nas atividades complementares (cotação de histórias, teatro, dança, encontro com autores, cursos e etc.).


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



No início, as fundadoras e gestoras, fizeram inúmeros cursos para contação de histórias, mediação de leitura, catalogação de livros, sistema unificado para demonstração do acervo online através do programa PHL. Utilizamos como referência os livros: Mediação de leitura - vários autores da editora global; A arte da palavra e da escuta - Regina Machado da editora Reviravolta; A convite das palavras Motivações para ler, escrever e criar - Jorge Miguel Marinho da editora Biruta; Coletânea Prazer em ler do Instituto C&A e Expedição Leitura Tesouros das bibliotecas comunitárias no Brasil - Vários autores da Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias em parceria com Instituto C&A e Itaú Social.


Arte de ler e narrar histórias - SABIC Assistência Social e o mundo do trabalho - Sociedade Bíblica do Brasil E agora, o que fazer com a mediação de leitura e formação de leitores? - Aparecida Carneiro - Novo Conceito LTDA


AIC - Associção de Imagem Comunitária - Comunicação e divulgação Árvore de Relacionamento - Catalogação, Organização do livros e Comunicação


Não, nosso projeto nasceu da simples vontade de fabricar encantamento a leitura, literatura e o livro e para dar acesso a comunidade onde estamos inseridos.


1 - Falta de espaço adequado para realização de atividades; 2 - Apoio financeiro; 3 - Envolvimento da comunidade local; 4 - Precariedade de recursos humanos; 5 - Precariedade de equipamentos tecnológicos.


Essa superação está ocorrendo de forma gradativa, porém lenta, com participação de editais, Instituto C&A e Itaú Social.


Há comentários e divulgações em nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/bibliotecacorrentedobem/


Até o momento não.


Com recursos próprios da gestora Agripina e do Itaú Social através da Rede de bibliotecas Sou de Minas, uai


Gostaríamos de adicionar no quesito sustentabilidade que, como é uma iniciativa que iniciou com trabalho voluntário para suprir uma necessidade da comunidade, as fundadoras e gestoras sustentaram com poucas doações da comunidade e as advindas de seus próprios recursos (doação de local, despesas com água, luz, telefone, limpeza, internet, material de escritório e transporte).





10/25/2005


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Sudeste - MG - Santa Luzia
Brasil - Região Sudeste - MG - Nova União
Brasil - Região Sudeste - MG - Ribeirão das Neves
Brasil - Região Sudeste - MG - Santana do Riacho
Brasil - Região Sudeste - MG - Taquaraçu de Minas
Brasil - Região Sudeste - MG - Caeté


estudantes, comunidade em geral, trabalhadores, população institucionalizada - orfanatos, hospitais, asilos etc., crianças, adolescentes/jovens, educadores (professores, coordenadores, diretores, etc)


0 a 5 anos, 6 a 12 anos, 13 a 17 anos, 18 a 59 anos, mais de 60 anos


feminino, masculino

Número de pessoas atendidas


500000


10000


50000


30000


500

Equipe


1


0


1


0


3


2


1



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto

90


0


9


1



Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto

Utilizamos nessa questão, recursos próprios oriundos da fundadora e gestora - cerca de 80%


Rede de Bibliotecas Sou de Minas, uai que investe em nosso projeto cerca de 9%


A Rede de bibliotecas Sou de Minas, uai apoia este projeto oferecendo recursos para algumas ações e bibliotecária que colabora na catalogação, organização e compra de acervo.


Até o momento, não temos este tipo de apoio.


Apoio de sócio-contribuinte Restaurante Sinézio - localizado nas imediações da Biblioteca Comunitária Corrente do Bem



Telefone: 11 3846-4563

prolivro.org.br

Entidades fundadoras e mantenedoras:

plataforma.prolivro.org.br



entre em contato