para encerrar as inscrições do Prêmio IPL- Retratos da Leitura 2019

PROJETO

Status atual:

Cadastro: ()

Projeto:

Organização responsável: . (./.)

Categoria da organização: Cadeia produtiva do livro (editora, livraria etc.)
Natureza do projeto: Formação de leitores em geral e de leitores de literatura, Valorização / campanhas de promoção da leitura
Cadastrado em:
Atualizado em:





O "Verso da Prosa" é uma coluna de rádio dedicada aos livros: história, filosofia, quadrinhos, ficção nacional e internacional, desenvolvimento pessoal, economia, ciência e tecnologia etc. Cada episódio destaca um livro, um ensaio, um conto ou capítulo de determinada obra, ou mesmo um texto em um site / plataforma digital. Todos os gêneros literários podem estar na coluna. A ideia é estimular a leitura, fazer o ouvinte de rádio interessar-se pelo universo dos livros.


Veiculação: diária. // Duração: dois minutos por episódio O texto do "Verso da Prosa" é um convite ao prazer da leitura. O objetivo da coluna é formar belas "imagens sonoras" que possam despertar a curiosidade do ouvinte de rádio, sempre destacando informações relevantes e interessantes sobre autores, obras, ideias, insights e outros atributos dos livros.


Como jornalista e apaixonado pelo poder da literatura, eu acredito que os livros podem nos ajudar a sermos pessoas melhores. De qualquer maneira estamos, o tempo todo, "lendo" o mundo, mas muitos de nós fazem isso sem preparo, sem acesso à informação. Os livros podem mudar isso, podem nos ajudar a enxergar oportunidades e ampliar nossa capacidade de entender a realidade à nossa volta.


- Divulgar obras relevantes de todos os gêneros literários. - Destacar o trabalho de autores e editoras no Brasil e no mundo - Divulgar pesquisas sobre os hábitos de leitura, os prêmios do setor e os projetos sociais com potencial transformador. - Chamar a atenção de pais e professores para bons lançamentos que podem agradar às crianças. - Instigar, nos adultos, a importância do hábito de ler. - Conseguir patrocínio para levar a coluna a outras emissoras de rádio no Brasil, sobretudo no interior do país, onde o rádio tem extrema relevância.


O "Verso da Prosa" é um projeto que está no ar há mais de dois anos, mas eu falo sobre livros no rádio desde que comecei a trabalhar como jornalista, há 15 anos. A coluna tem ótima aceitação nas duas FMs em que vai ao ar, hoje, justamente por que as emissoras entenderam a relevância do projeto e quiseram se tornar parceiras. Justificativa: O "Verso da Prosa" é um instrumento de resistência; uma maneira de mostrar que os livros precisam ser defendidos, precisam ser difundidos. E mais do que tudo: se presta a mostrar que a leitura pode ser benéfica e está ao alcance de todos, desmistificando essa ideia de que os brasileiros não leem ou não gostam de ler.


Como eu disse, já falo sobre livros no rádio há vários anos. Na extinta Rede de Rádio "Oi FM", que atuava em sete capitais brasileiras, eu desenvolvia o programa "Páginas Sonoras", que promovia livros e premiava os ouvintes com lançamentos. Desse projeto nasceu a vontade de falar, todos os dias, sobre obras que quase ninguém fala. Assim nasceu o "Verso da Prosa", um espaço para construir sinopses que atraiam a atenção dos ouvintes e os façam querer saber mais sobre o livro retratado em cada programa.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



Uma das pessoas que mais me inspirou foi a professora e escritora argentina Maria Teresa Andruetto. No Livro "A Leitura, Outra Revolução", ela diz: "No ato de ler, um livro se recolhe de sua condição de objeto que tem dono para se converter num ser vivo, capaz de nos interrogar, de nos perturbar e de nos ensinar a olhar as zonas ainda não compreendidas de nós mesmos". Esse trecho traduz, para mim, a missão do "Verso da Prosa".


Sou jornalista formado pela UFMG, com Mestrado em comunicação pela PUC MG.


Não recebi consultoria, fiz o projeto a partir de minha experiência como jornalista e radialista.


Me inspirei em outros jornalistas que fazem programas / pílulas de rádio temáticas, como Mario Sérgio Cortella.


Conseguir patrocínio para expandir a coluna e levá-la a outras cidades.


O momento atual, para patrocínio e venda de cotas no rádio, é extremamente difícil. O objetivo é manter a coluna no ar, dar seguimento ao trabalho e aguardar até que o ambiente de negócios melhore no país, especialmente para o seguimento de mídia.


A divulgação é feitas nas próprias emissoras de rádio. (Educadora FM, de Uberlândia, e CDL FM, de Belo Horizonte)


é a primeira inscrição que faço, eu não conhecida o prêmio IPL


De forma voluntária. Atualmente não recebo nenhum valor financeiro para manter o projeto no ar.


No caso deste projeto, penso que é FUNDAMENTAL anexar à inscrição alguns exemplos da coluna, em áudio, para que a comissão do IPL possa avaliar. Por isso, deixo aqui um link do Google Drive, para que qualquer membro do júri possa acessar e ouvir algumas das colunas "Verso da Prosa". https://drive.google.com/open?id=1tg9CZwUTOWsjv5oCwjhxp5DIoRrA4rrd





01/06/2017


Sim, o Projeto acontece atualmente









Número de pessoas atendidas


2000000


500


1000000


1000000


0


As duas emissoras de rádio nas quais o programa é veiculado possuem milhares de ouvintes únicos por mês. Potencialmente, o programa tem condições de chegar a todos esses milhares de ouvintes, mensalmente. Por isso, calculo que a estimativa de dois milhões de pessoas impactadas é lógica.

Equipe


1


0


0


0


0


0


0



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto


Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto