para encerrar as inscrições do Prêmio IPL- Retratos da Leitura 2019

PROJETO

Status atual: Publicado

Cadastro: (1809-3002-0710)

Projeto: LABORATÓRIO DE PUBLICAÇÕES LIMA BARRETO (SELB)

Organização responsável: Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Categoria da organização: Cadeia produtiva do livro (editora, livraria etc.)
Natureza do projeto:
Cadastrado em: 09/18
Atualizado em: 30/09/2018





O Laboratório de Publicações Lima Barreto (Selb) é um projeto de extensão do Instituto de Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro que busca pensar crítica e teoricamente e praticar a edição de livros e outros produtos editoriais, trabalhando na articulação entre capacitação, reflexão e prática editorial. Fundado em março de 2016, foi por quase dois anos uma iniciativa discente independente vinculada à Editora Morandi, chamada Selo Editorial Lima Barreto (daí a sigla Selb).


O Selb é um projeto marcadamente discente e se orgulha disso: nele, os estudantes têm voz e reconhecimento, trabalhando em conjunto na produção editorial de livros e congêneres. Trata-se também de um projeto com uma proposta pioneira: promover a formação ampla, gratuita e acessível de estudantes de Letras e cursos afins em profissionais do livro, levando em conta temas como edição, leitura, linguística, literatura, etc.


(1) Ofertar capacitação na área editorial para graduandos e pós-graduandos em Letras e cursos afins. (2) Aprimorar as reflexões sobre as questões do livro de dentro do curso de Letras, disciplinarizando-as na Uerj. (3) Em conjunto com estudantes, produzir livros, plaquetes, zines e outros produtos editoriais como exercício de experimentação. (4) Estabelecer uma linha editorial que passe pela literatura discente e por reflexões sobre o objeto livro.


O curso de Letras tradicionalmente se ocupa de estudar os modos de escrita, autoria, leitura e circulação das letras. Entretanto, o objeto livro é negligenciado tanto pelas teorias da literatura como pela linguística, seja pela falta de pesquisas, seja pela carência de enfoque nos cursos de Letras, seja pela escassez de práticas editoriais. Nesse sentido, surgiu o Selb: para fornecer treinamento, reflexão e prática editorial aos alunos do curso de Letras e cursos afins.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



O corte de bolsas e a falta de repasse de verbas do governo do estado do Rio de Janeiro nos impossibilitam, por enquanto, de oferecer bolsas remuneradas aos estudantes que têm interesse em fazer parte do projeto. Por conta disso, a produção de livros, eventos e afins se concentra quase exclusivamente nos coordenadores do Selb - que também não são remunerados -, o que por vezes provoca uma sobrecarga de trabalho.


Felizmente, muitos estudantes se interessam pelo projeto e se voluntariam para participar das produções, o que também nos motiva a continuá-las com dedicação e entusiasmo. Assim, trabalhamos em conjunto os orientando e contribuindo para a sua formação como profissionais do livro. No fim, eles são creditados e recebem certificados de participação. Sabemos que o ideal, no entanto, é ter conosco bolsistas remunerados responsáveis pelas produções e, eventualmente, aluno


Ainda não. Essa avaliação acontecerá no início de 2019, no período de recadastramento dos projetos de extensão da Uerj.


Não recebemos nenhum prêmio.


Nesta matéria, Felipe Fritz, aluno de Letras da Uerj, cita o ciclo de debates Mercado editorial: inserção, atuação e análise: . Posteriormente, vale dizer, Felipe trabalhou conosco na revisão do livro Formação de professores: da teoria à prática, o "início" e a "continuação", publicado pela editora Dialogarts.





03/01/2016


Sim, o Projeto acontece atualmente









Número de pessoas atendidas


600


0


0


0


0


Entre outras iniciativas, organizamos muitos eventos (cursos de formação, debates, ciclos, etc.), portanto é difícil mensurar a quantidade de pessoas beneficiadas por essas ações. Os números indicados são uma estimativa baseada em dados dos últimos anos.

Equipe


7


2


0


0


7


7


5



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto


Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto