para encerrar as inscrições do Prêmio IPL- Retratos da Leitura 2019

PROJETO

Status atual: Publicado

Cadastro: (1809-1702-0618)

Projeto: CASA DO APRENDER

Organização responsável: Fundação Vale

Natureza do projeto: Promoção do acesso ao livro (feiras, blogs, sites etc), Formação de leitores em geral e de leitores de literatura, Valorização / campanhas de promoção da leitura
Cadastrado em: 09/18
Atualizado em: 17/09/2018





A proposta é que as Casas do Aprender sejam espaços para valorizar as práticas educativas, culturais e sociais de cada território, considerando a educação como fio condutor para o desenvolvimento local. Entre as ações previstas no projeto, está a mobilização comunitária para que haja uma efetiva apropriação do espaço e a formação de uma rede envolvendo vários segmentos para a programação de atividades que sejam participativas e respondam às especificidades de cada município.


Com essa iniciativa, a Fundação Vale apoia a estruturação de um espaço de educação não formal que pode ser acessado por crianças, jovens e adultos, se constituindo como um espaço importante de sociabilidade para a comunidade que valoriza os diferentes saberes e promove encontros intergeracionais, ou seja, possibilita a troca de conhecimentos entre diferentes gerações, tendo a leitura literária como um eixo norteador do projeto.


Ampliar ações de promoção do livro e da leitura para as comunidades do seu entorno, envolvendo crianças, jovens e adultos, nos municípios de Barão de Cocais, São Gonçalo do Rio Abaixo e Rio Piracicaba, em Minas Gerais.


O Brasil tem 44 milhões de não leitores, segundo a 4ª Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, lançada pelo Instituto Pró-Livro em maio de 2017. Dos 2.214 não leitores entrevistados, 28% não leem porque não gostam de ler, 20% não sabem ler, 13% não têm paciência para ler, entre outras categorias. As Casas do Aprender buscam promover a leitura e uma atitude ligada ao direito à informação, à cultura, à formação da identidade e da capacidade de reflexão e crítica.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



Ocupação das Casas do Aprender pelas crianças, jovens e adultos de forma voluntária, entendendo que estes espaços pertencem à comunidade e estão abertos aos seus saberes, conhecimentos e experiências de vida.


Em 2017 foi realizado um projeto específico de mobilização comunitária nas Casas do Aprender, visando favorecer a ocupação das comunidades nestes espaços. Cada Casa passou por um processo de formação para entender o processo de mobilização e, após isso, identificaram as temáticas de interesse das respectivas comunidades e parceiros locais. Foi feito um projeto de mobilização comunitária para cada espaço com duração de 1 ano.


Não


Não


Nos Relatórios de Atividades da Fundação Vale, disponíveis em http://fundacaovale.org





01/01/2013


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Sudeste - MG -







Número de pessoas atendidas


64500


0


0


0


0

Equipe


3


0


0


0


0


5


0



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto


Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto