para encerrar as inscrições do Prêmio IPL- Retratos da Leitura 2019

PROJETO

Status atual: Publicado

Cadastro: (1810-0408-0614)

Projeto: REMIÇÃO PELA LEITURA

Organização responsável: Presídio de São João del-Rei / Escola Estadual Detetive Marco Antônio de Souza

Natureza do projeto: Criação / aperfeiçoamento de espaços da leitura/bibliotecas, Valorização / campanhas de promoção da leitura
Cadastrado em: 10/18
Atualizado em: 04/10/2018





O Projeto teve início no mês de agosto de 2017 e foi implantado por iniciativa do Juizado de Execução Penal de São João del-Rei, que solicitou à Direção do Presídio e da Escola Estadual Detetive Marco Antônio de Souza que procedessem à prática da leitura e produção de textos com detentos, em atendimento à legislação vigente no país, para concessão de remição parcial de penapara os que cumprissem as exigências. Entraram em contato com o UNIPTAN, e todos traçaram as diretrizes do projeto.


O Projeto se desenvolve através de intervenções semanais com 2 turmas de encarcerados do Presídio (total de 50 alunos-detentos) e 3 turmas da APAC de São João del-Rei (total de 70 alunos-detentos), por professores e estagiários da Escola Estadual e do UNIPTAN. Realizam-se atividades de leitura presencial, orientação de leitura em cela e prática de redação decorrente das leituras. Paralelamente, acontecem palestras, debates e aulas específicas de leitura e produção de textos para os detentos.


GERAL: Implantar o projeto Remição pela Leitura no Sistema Prisional de São João del-Rei. ESPECÍFICOS: a) Oportunizar aos recuperandos o direito ao conhecimento, à educação, à cultura e ao desenvolvimento da capacidade de pensamento crítico, por meio da atividade de leitura e produção de texto; b) Proporcionar ao recuperando remir parte de sua pena através da leitura de obras literárias, clássicas, científicas, filosóficas, entre outras; c) Incentivar a leitura no contexto prisional.


O Projeto foi implantado sob inspiração na Recomendação nº 44 de 26/11/2013 do Conselho Nacional de Justiça, que dispõe sobre a possibilidade de remição de pena em presídios brasileiros através da leitura e realização de trabalho comprobatório sobre a mesma, na proporção de até 4 (quatro) dias no período de 1 (um) mês, podendo o detento remir sua pena em até 48 (quarenta e oito) dias no prazo máximo de 1 (um) ano.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



A dificuldade maior é material. Existe um projeto para criação de uma Biblioteca dentro do Presídio para incremento das atividades, e também para a criação de uma Revista informativa sobre os detalhes do Projeto. No entanto, o Poder Público não dispõe de verba para esse tipo de empreendimento, e o Projeto acaba contando com a benevolência de órgãos particulares que ajudam em pequenas partes.


Até o momento, o Projeto conta com muitos desafios para melhoria, em número maior quando comparado propriamente com as dificuldades superadas.


Como se trata de um projeto relativamente novo, ainda não existe uma avaliação qualitativa exaustiva sobre o mesmo. Ganhos qualitativos existem, mas também ainda não foram documentados por falta de recursos.


Não foi recebido nenhum prêmio até o momento.


Por se tratar de um projeto relativamente novo, ainda ganhou uma repercussão social ampla o suficiente para render depoimentos, críticas ou comentários de terceiros.





08/01/2017


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Sudeste - MG -







Número de pessoas atendidas


120


0


0


0


0

Equipe


5


10


10


1


12


22


5



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto


Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto