para encerrar as inscrições do Prêmio IPL- Retratos da Leitura 2019

PROJETO

Status atual: Finalista

Cadastro: (1810-0210-0577)

Projeto: APRENDER A LER É UM PRAZER

Organização responsável: Frente de assistência à Criança Carente

Natureza do projeto: Formação de mediadores ou agentes de leitura, Promoção do acesso ao livro (feiras, blogs, sites etc), Criação / aperfeiçoamento de espaços da leitura/bibliotecas
Cadastrado em: 10/18
Atualizado em: 02/10/2018

Finalista 2018




O projeto propõe realizar ações de incentivo à leitura pra crianças e adolescentes e jovens, com formação de grupos focais, contação de histórias na biblioteca, nos espaços da comunidade, atividades de leitura na rua, mediação na comunidade e quartas culturais, com participação de escolas, associação de moradores e espaços de garantia de direitos, que atuam na comunidade, fazendo militância e disseminando nos atendidos, a política do livro e leitura como direito e um valor agregado a vida.


Principais características são ações baseadas no Programa Prazer do Instituto C&A, na Leitura como um valor agregado a vida e um direito, calcada na “leitura de mundo antecedendo a leitura das palavras” (Paulo Freire) e na metodologia que associa a educação aos quatro pilares da Educação, (Delors 1998). As ações são direcionadas às famílias e valorizam o imaginário, espírito lúdico, a participação livre, crítica e autônoma, fomentando a incidência política nos espaços de garantia de direito.


Geral Realizar práticas de incentivo à leitura, para o enfrentamento às dificuldades de aprendizagens e desenvolvimento do prazer de ler, como um direito e um valor agregado à vida. Específicos • Promover ações de incentivo à leitura com crianças, juventudes e famílias, para autonomia na leitura e o prazer em ler. • Formar mediadores, Crianças, juventude e familiares, para mediar leitura e fazer incidência dentro das temáticas da política Nacional do Livro .


Foi proposto por ser uma comunidade que revela paradoxos sociais marcados por problemas comuns aos bairros considerados de periferia: injustiças sociais e graves problemas de segurança, acompanhada da fragilidade de espaços, que fosse acolhedor para que crianças, adolescentes, jovens e seus familiares realizassem atividades de leitura e estudo e que participassem de momentos de escuta e construção de estratégias de resiliências ante as adversidades a que são expostos diuturnamente.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



Uma das principais dificuldades é encontrar estratégias pra vencer a violência presente no cotidiano do público . A comunidade tem alto índice de mortes, advindas das brigas de gangues, disputa de território e quando acontece algum enfrentamento entre as mesmas, as pessoas ficam impossibilitadas de saírem de suas casas, ficando assim inviável sua presença na organização e as atividades,não podem ser realizadas nas praças e calçadas,pois o perigo é constante.


A medida que vem o conflito, a organização realiza ações de forma a encontrar estratégias para continuar a execução das ações propostas. Um dos caminhos tem sido fomentar nos pais para o sentimento coletivo de organizarem-se de forma a trazerem os filhos um dos outros, diminuindo o risco de serem alvos da violência. Ainda busca nos encontros de formação dialogar para incutir nos mesmos, a promoção da cultura de paz, para alcance paulatino da harmonia comunitária.


A avaliação das ações do projeto é feita trimestralmente, quando dos encontros, que acontecem com a participação da equipe técnica e representantes das atividades. As mesmas são qualitativas quando expressam as transformações alcançadas no público atendido a partir das ações do projeto e quantitativa quando nos sinaliza o número de atendimentos realizados ao longo do trimestre de realização das ações de incentivo à leitura e quantos passaram a frequentar o espaço.


A Proposta do projeto aprender a ler é um prazer, já foi premiada pela Fundação Banco do Brasil, como tecnologia Social e pela Biblioteca Nacional por suas práticas exitosas de incentivo à leitura.


http://www.direitosdacrianca.gov.br/em pauta/2012/06/espacos-alternativos-de-leitura-aproximam-criancas-e-familias-do-mundo-dos-livros.1 http://tecnologiasocial.fbb.org.br/tecnologiasocial/banco-de-tecnologias-sociais/pesquisar-tecnologias/detalhar-tecnologia-588.htm. https://www.childfundbrasil.org.br/blog/seminario-politica-de-acesso-leitura-e/ https://www.childfundbrasil.org.br/blog/viii-festival-recifense-de-literatura/





01/01/2014


12/01/2018


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Nordeste - CE -







Número de pessoas atendidas


4915


0


0


0


0


Número de pessoas atendidas no espaço da biblioteca e ventos de fomento a leitura

Equipe


1


0


1


0


3


0


7



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto


Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto


Notice: Undefined variable: script in /home/plataformadolivro.com.br/public/projeto-exibe.php on line 461