para encerrar as inscrições do Prêmio IPL- Retratos da Leitura 2019

PROJETO

Status atual: Finalista

Cadastro: (1709-0110-0283)

Projeto: VIAGEM LITERÁRIA

Organização responsável: SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura

Natureza do projeto: Promoção do acesso ao livro (feiras, blogs, sites etc), Criação / aperfeiçoamento de espaços da leitura/bibliotecas, Formação de leitores em geral e de leitores de literatura
Cadastrado em: 09/17
Atualizado em: 01/09/2017

Finalista 2017




O Viagem Literária é uma ação anual para dinamizar a programação cultural das bibliotecas públicas de municípios paulistas e incentivar a difusão do livro e o gosto pela leitura. Os eventos acontecem obrigatoriamente em bibliotecas públicas municipais. Desde 2008, 192 cidades paulistas receberam o programa, que é coordenado pelo SISEB – Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo, cuja missão é estimular e apoiar as bibliotecas públicas do Estado.


O Viagem Literária é realizado nas bibliotecas públicas de municípios de médio e pequeno porte com baixa oferta cultural, no Estado de São Paulo. Aproxima a produção literária contemporânea e escritores relevantes à população dessas cidades, promovendo as bibliotecas como equipamentos de interesse coletivo.


Dar protagonismo e dinamizar a programação cultural das bibliotecas públicas municipais, promover a mediação da leitura, propagar a literatura brasileira e disseminar o gosto pela leitura. É gerido pela SP Leituras desde 2012 e atende à missão da Secretaria da Cultura em implementar políticas públicas visando ampliar o acesso aos bens culturais, a descentralização das atividades e a valorização do patrimônio cultural paulista.


Nas cidades pequenas e médias de São Paulo, em geral, existe baixa oferta cultural de qualidade. A produção literária tem dificuldade de chegar aos leitores distantes dos grandes centros e das principais rotas culturais do Estado. Também não existem livrarias e nas bibliotecas, quase sempre, os acervos carecem de renovação pela crônica falta de recursos. Por isso, as contrapartidas do programa incluem, entre outras, a aquisição dos livros dos autores que visitarão as bibliotecas locais.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



Escassez de recursos para um programa tão extenso. Diálogo com os gestores locais.


A Secretaria da Cultura tem se empenhado em disponibilizar a verba necessária. Em alguns anos, especialmente nos mais recentes, o montante foi inferior ao planejado e o programa precisou ser readequado aos recursos disponíveis.


O Programa é avaliado desde 2012 pelo Instituto Fonte. Consiste em perguntas realizadas aos escritores convidados, aos profissionais das bibliotecas e ao público. O relatório de 2016 pode ser baixado em PDF no link http://spleituras.org.br/pesquisa-de-satisfacao/. (páginas 76 a 100) Os principais ganhos observados foram: maior visibilidade das bibliotecas, a atração de novos públicos e o estabelecimento de novas relações com escolas e outras instituições locais.


Não


“O Viagem Literária faz-nos acreditar que esse é o caminho para que a biblioteca seja um espaço dinâmico, vivo e atuante, com ações que incentivem a leitura com dinamismo, profissionalismo e alegria”. “A mistura de público foi muito positiva permitindo um excelente resultado. Ao juntar crianças com alunos da APAE e AOA, gerou-se oportunidade a estes alunos de participarem de uma atividade interativa e socializadora”. Mais depoimentos: http://spleituras.org/pesquisa-de-satisfação/ (pág76 a 100)





02/01/2008


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Sudeste - SP -







Número de pessoas atendidas


250000


0


0


0


0


90 cidades x 4 eventos = 360 eventos/ano

Equipe


5


0


0


180


45


70


0



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto


Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto